Notícia

EGAL

Escola de Governo do Estado de Alagoas
Quinta, 08 Abril 2021 21:26
CONHECIMENTO

Aulão virtual da Egal discute mudanças nas compras públicas

Momento contribuiu para a democratização do conhecimento no Poder Executivo e deve acontecer mais vezes

Momento contou com a participação do procurador de Estado, Evandro Júnior Momento contou com a participação do procurador de Estado, Evandro Júnior Minne Santos
Texto de Flávia Matos

Modernizar a máquina pública e fomentar o conhecimento. Foi com esse intuito que a Escola de Governo de Alagoas (Egal), vinculada à Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), realizou, nesta quinta-feira (08), um aulão virtual que deve auxiliar na expansão de conhecimentos acerca da área. O momento contou com a participação do procurador de Estado, Evandro Júnior, e teve como foco as principais mudanças trazidas pela alteração da Lei Federal nº 8.666/13 e os impactos nas compras públicas.

De acordo com o procurador, a escolha de iniciar diálogos sobre a aplicação da nova lei de licitação e contratos administrativos, nesse momento, é extremamente saudável e louvável, uma vez que permitirá aos servidores, que têm contato com a lei, que estejam aptos a realizar a transição de processos de forma muito mais célere, assertiva e instruída.

“A lei moderniza o processo de contratação e junta, numa norma só, várias leis que regulamentavam diversos procedimentos. Tenho dito que foi criado quase um "código de licitações e contratos", de forma que fica mais racional para o agente público a tarefa de instrução do processo de contratação”, explica Evandro.

Através da iniciativa, a ação reuniu servidores públicos, especialistas e a sociedade em geral para debater e compartilhar experiências e aprendizados que devem contribuir com as boas práticas no âmbito do Poder Executivo. Para a superintendente da Escola de Governo de Alagoas, Lavínia Guimarães, essa é uma oportunidade de continuar capacitando pessoas, mesmo que longe das salas de aula por conta da pandemia.

“Queremos que o conhecimento continue circulando, por isso, a partir de agora vamos adotar esse formato, que também é aberto ao público em geral. Assim, de forma virtual, conseguimos também atingir ainda mais pessoas e fomentar temas para além do que já desenvolvemos na Escola de forma presencial. É uma maneira de democratizar o ensino e trazer ganhos para o governo como um todo”, afirma Lavínia.

A expectativa é que os próximos encontros sejam divulgados em breve através do site da Escola de Governo e das redes sociais da Seplag (@seplagalagoas).